De uma forma bem resumida, a aromaterapia é um tratamento curativo que utiliza o olfato e as propriedades dos óleos essenciais. A etimologia da palavra remete à cura pelo cheiro. O colar difusor para aromaterapia é uma medicina alternativa, natural, e preventiva também com colar difusor barato.

Um colar difusor para aromaterapia serve para ajudar a lidar com distúrbios — como insônia e ansiedade —, amenizar dores e desconfortos, e a induzir sensações relaxantes e até estimulantes. Para isso, é preciso saber escolher o óleo essencial que apresente os efeitos desejados.

Porque utilizar um colar difusor para oleos essenciais?

Quando utilizamos um colar difusor para oleos essenciais pessoal, inalamos os óleos essenciais e isso faz com que conectam-se com o nosso sistema límbico, parte do cérebro responsável pelas emoções.

Esse sistema também está conectado à partes do cérebro que controlam, a pressão arterial, os batimentos cardíacos, respiração, memória, níveis de estresse e níveis hormonais. Sendo assim, os efeitos são fisiológicos e psicológicos.

Existem várias outras situações onde o colar difusor para oleos essenciais vai ser útil, este é um acessório poderoso que vai te auxiliar muito.

    • FORMAS DE USO:

Adicione um pequeno pedaço de algodão no orifício do seu difusor pessoal para reter melhor o óleo. Pingue uma a três gotas de óleo essencial por dia no difusor pessoal para obter os benefícios da aromaterapia.

Após ter feito isso, posicione seu colar da forma que a fragância consiga chegar aos receptores nasais, ajustando da forma que mais lhe agradar.

A função principal do colar difusor para oleos essenciais pessoal é manter o aroma do óleo essencial presente trazendo os benefícios do óleo essencial ou da sinergia que se escolheu para usar naquele dia.

Óleos essenciais: Grupos funcionais

Grupos funcionais utilizados na aromaterapia Segundo estudo do setor de farmácia do Centro Universitário São Camilo e o Instituto Brasileiro de Aromatologia, os grupos funcionais utilizados na aromaterapia são:

  • Terpenos
    • Esses compostos possuem efeito antiviral, antisséptico, bactericida e anti-inflamatório. Atuam no processo de desintoxicação no fígado e estimulam as funções glandulares. Além disso, os sesquiterpenos aumentam a quantidade de oxigênio das glândulas endócrinas hipófise e pineal, localizadas no cérebro, e interferem na liberação de monoaminas.
      Exemplos: limoneno, pineno, canfeno, gamaterpineno e camazuleno. Esses compostos estão presentes no limão, pinho, olíbano e camomila.
  • Ésteres
    • As propriedades atribuídas aos ésteres são de fungicidas, sedantes e antiespasmódicos.
      Exemplos: acetato de linalila e salicilato de metila. Esses compostos estão presentes na bergamota, sálvia e lavanda.
  • Aldeídos
    • Agem como sedante, antisséptico e anti-infeccioso.
      Exemplos: citral, neral, geranial, cinamaldeído. Presentes na melissa, no capim-limão, na citronela e canela.
  • Cetonas
    • Agem como descongestionante das vias respiratórias em quadros de asma, bronquite e resfriado, mas podem ser tóxicos.
      Exemplos: tujona, carvona e pinocanfona. Presentes no funcho, gengibre e hissopo.
  • Álcoois
    • Atuam como antissépticos, antivirais e estimulam o sistema imunológico. São eficazes regeneradores de tecidos e sedativos.
      Exemplos: Linalol, borneol e estragol. Presentes no pau-rosa, sândalo e gerânio.
  • Fenóis
    • Comportam-se como bactericidas, desinfetantes, anti-inflamatórios e podem ser irritantes à pele.
      Exemplos: timol, carvacrol e eugenol. Presentes no tomilho, orégano e no cravo da Índia.
  • Óxidos
    • São bactericidas e expectorantes.
      Exemplos: óxido de silício, ferro, manganês e magnésio. Presentes no alecrim e na melaleuca.
  • Ácidos
    • Atuam como antisséptico, diurético e antipirético. Possuem antibiótico e vitaminas.
      Exemplos: Ácido benzóico, cinâmico, caféico e oleânico. Presentes no benjoim e na melissa.

    colar difusor onde comprar colar difusor barato

    São colares feitos artesanalmente, um colar difusor barato também proporciona todos os efeitos que você precisa dentro da aromaterapia.

    colar difusor para aromaterapia

    O colar difusor pessoal de madeira e resina, além de trazer os benefícios terapêuticos, também é muito procurado colar difusor onde comprar como acessório e para presentear, pois existem diversos modelos bem descolados.

    Efeitos colaterais

    Apesar de serem substâncias naturais, os óleos essenciais não estão isentos de toxicidade. Mesmo que o vegetal não seja tóxico, o óleo essencial extraído deste pode ser, já que são setenta vezes mais concentrados que a planta da qual foram obtidos. Alguns óleos essenciais que contêm tuyona ou miristicina são considerados neurotóxicos e podem provocar convulsões em altas dosagens. Outros não devem ser utilizados por gestantes, como o de artemísia e arruda.

    Confira também: Reset do cérebro com cogumelos mágicos